Terça-feira, 15 de Novembro de 2005

Hotel Ruanda...

collage7.jpg

Este sábado que passou trouxe para casa um filme para ver. Vi a apresentação do mesmo há uns tempos atrás e na altura despertou-me a atenção.
Lembro-me dos telejornais se encheram de notícias (em 1994), sobre o genocídio de Ruanda. Considerado hoje em dia como uma das maiores políticas de extermínio que se tem conhecimento dos tempos mais recentes.
Sabado à noite enquanto me aquecia à lareira, Ruanda entrou pela minha casa dentro. O filme é intenso, dramático, chocante... mas infelizmente não poderei dizer que mais não é do que uma ficção.
E depois?! Devem estar a pensar: «Onde raio quer esta Princesa chegar?? E todos os outros «genocídios» de que a nossa história está repleta?!». Pois …
Mas este filme tem algumas passagens que nos toca no âmago, pelo menos no meu. Quando tudo aconteceu o mundo não falava em genocídio, mas sim em «actos de genocídio». A palavra «actos de…» fazia a diferença para a comunidade internacional se manter «surda» e «muda» e justificar 1.000.000 de mortos Tutsis e Hutus .
Este filme conta a história de um homem Paul Rusesabagina, que face á sua perseverança e inteligência, conseguiu salvar cerca de um milhar de pessoas recolhendo-as num Hotel de Luxo e exilando-se posteriormente na Bélgica com a sua família.
A forma como o conseguiu é interessante. Ele usou a chamada «vergonha» colectiva.
Quando a comunidade internacional lhes voltou as costas e os deixou para morrerem ele pediu aos hóspedes do hotel, que ali se tinha refugiado (pessoas Tutsis e Hutus importantes) para telefonarem aos contactos influentes que tinham com as entidades estrangeiras e informá-los do que se estava a passar. Que se despedissem deles e os fizessem sentir como se tivessem de mãos dadas e caso eles pretendessem largar as suas mãos, seria importante que percebessem que essa seria a senteça de morte para todos eles. Funcionou!!!
Algures durante o filme é demonstrado a indiferença que todos nós nutrimos por estas «barbáries». Com frases «cliché» tipo: «-Meu deus que desgraça!» - por entre uma garfada de carne e outra de batatas fritas, pedindo de seguida que alguém mude o canal e lhes passe o ketchup,!
Ruanda é um exercício de aritmética básico. É o chamado 1+1 = 1.000.000.
O que faz girar o MUNDO é o dinheiro, interesse, riqueza, cobiça… Ruanda teve azar!!! Nada tinha de interessante para a comunidade internacional e por isso pagou um preço caro.
E nós assistimos na 1ª fila.
Sábado à noite quando Ruanda estava na minha sala, eu tive VERGONHA de ser mais uma pessoa que muda de canal e acima de tudo de fazer parte dessa «multidão» que faz girar o MUNDO quando convém.
Hotel Ruanda não é um filme que devemos ver.

É UM FILME QUE MERECEMOS VER!!!!
Decreto-Lei decretado por PrincesaVirtual às 17:46

link do post | Alegações Plebeias | favorito
|
10 comentários:
De Anónimo a 13 de Dezembro de 2005 às 20:29
Bom, muito bom este filme... Toca-nos no fundo da consciência e deixa-nos pequeninos... Um dos melhores nos últimos tempos.

Gostei do blog, continua a escrever dessa maneira interessantePM
(http://vouserpai.blogdrive.com)
(mailto:pedro_martins0000@yahoo.com)
De Anónimo a 20 de Novembro de 2005 às 23:17
Amiga! Compreendo perfeitamente o que sentes! Ver aquele filme é realmente ter noção de uma realidade que muitos tentaram camuflar! É necessário que o mundo tenha noção da monstruosidade que aconteceu naque~le país. Não se pode passar a vida a limpar as mãos como se nada se passasse! Em relação ao teu lindo comentário ao meu ultimo post... posso estar errada, mas fiquei com a sensação que achas que sou timorense! Infelizmente não o sou! Nascida e criada em Lisboa, sem qualquer ligação com o país. A não ser o amor incomensurável que sempre por ele senti e um sonho maior que comanda a minha vida... poder um dia visitá-lo! Por isso digo infelizmente... é apenas um amor que não sei explicar mas que me faz de alguma maneira sentir parte daquele país! Mas mesmo assim a teu comentário comoveu-me... deixaste-me mais que feliz por ter achado que parecia uma verdadeira timorense a falar :D Obrigada! =] ijinhos do tamanho do mundo. Malae*******************malae
(http://ilhalorosae.blogs.sapo.pt/)
(mailto:catiandrea@hotmail.com)
De Anónimo a 20 de Novembro de 2005 às 14:02
O assunto é demasiado realista para ser comentado como ficção. Venho sempre aqui saber como te encontras... Fica bem.augusto
(http://bicodepena.blogs.sapo.pt)
(mailto:brilhanteribeiro@sapo.pt)
De Anónimo a 19 de Novembro de 2005 às 12:01
é mais facil pedir o ketchup e mudar de canal somos todos coniventes comisso tudo :(Passo
(http://www.versus.sapo.blogs.pt)
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)
De Anónimo a 17 de Novembro de 2005 às 16:34
Pronto, despertaste-me a atenção. Agora quero ver.inconfidente
(http://inconfidencias.blogs.sapo.pt)
(mailto:inconfidencias@sapo.pt)
De Anónimo a 16 de Novembro de 2005 às 12:30
Adorei o teu blog!! Visita tb o meu...
bjSoraia
(http://soraiapereira.blogs.sapo.pt)
(mailto:iibritney@sapo.pt)
De Anónimo a 16 de Novembro de 2005 às 12:13
: (

No comments...GNM
(http://www.extranumerario.blogspot.com)
(mailto:goncalonunomartins@iol.pt)
De Anónimo a 16 de Novembro de 2005 às 09:20
Eu???!!! Eu também estou sentadinha com o meu «rabioske» principesco em frente ao portátil a pensar «raios do idedumyrox» que ainda aumentou mais a minha VERGONHA face á inércia em que me encontro. Eu conheço esses sites. Meia volta cliko lá...depois acabo por os perder e voltam e eu cliko... Será isso suficiente?? Será que isso vale mesmo??
Vou ter que pensar no meu pequeno papel nisto tudo.
beijos e seja bem vindo ao meu blogpluma(princesavirtual)
(http://www.princesavirtual.blogs.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)
De Anónimo a 16 de Novembro de 2005 às 01:23
Passo aqui, leio isto... e apetece-me comentar…
“«Meu deus que desgraça!» - por entre uma garfada de carne e outra de batatas fritas, pedindo de seguida que alguém mude o canal e lhes passe o ketchup!”
Poupando diariamente um pouco na “carne e no ketchup” e uma vez de vez em quando no último modelo da “BMW”, perdão, da “Soni Black Triniton”, ou whatever, é possível fazer uma diferença.
Eu já o fiz.
Não o faço presentemente porque, vivendo agora num quarto que não chega aos 6m2 e que pago à semana por não ter o suficiente para cobrir uma renda mensal mais outra de depósito, o dinheiro de que disponho mal me dá para os 10 cigarritos e uma alimentação bastante “seleccionada”. Não fora isso, continuava a fazê-lo.
E “TU”?...

Bem, aqui vão 10 minutos de preocupação e empenho, com o cu bem sentadinho em frente ao portátil – o que nem é nada assim tão de extraordinário!... Bjs mto grandes!

Links na PRIMEIRA PÁGINA numa busca no Google com os termos “Sponsor a child”:

Americans for African Adoptions, Inc. - 2005
http://www.africanadoptions.org

Save the Children UK
http://www.savethechildren.org.uk

World Vision
http://www.worldvision.org.uk/
http://www.worldvision.org/

Sponsor a child
http://www.children.org/

PLAN - Become a sponsor
http://www.plan-uk.org

Every Child
http://www.everychild.org.uk

Compassion
http://www.compassion.com

Christian Children's Fund
http://www.christianchildrensfund.org/

SOS Children's Villages
http://www.soschildrensvillages.org.ukidedumyrox
</a>
(mailto:jho@netzolla.com)
De Anónimo a 15 de Novembro de 2005 às 18:01
Passo aqui,leio isto... e não me apetece comentar grande coisa. A ideia que dá é que um comentário aqui se assemelharia a mais um "passa-me o ketchup, e muda de canal!". Tenho para mim que estas situações (e outras bem "menores" que se passam mesmo, mesmo ao nosso lado na rua), devem ser conhecidas. Mas mais que comentá-las, compete a cada um de nós resolvê-las...e para isso não são precisos actos espectaculares de heroísmo. Um beijo, princesa.fdarkeyes
</a>
(mailto:fdarkeyes@sapo.pt)

Alegações Plebeias...

.Audiências Reais com a Princesa Virtual: PrincesaVirtual@sapo.pt

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Decretos-Lei Recentes

. ...

. Era uma vez uma Princesa ...

. Quando o cristal se estil...

. COMUNICADO REAL...

. À conversa com uma CABRA!...

. Pastilhas...

. Os Mapas, as mulheres e o...

. As vantagens/oportunidade...

. A SMS.....

. Criteriosa....

.Decretos-Lei Antigos

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.Nobreza que visito

.Livro de visitas

.Aqueles que me estão a visitar agora mesmo...

.Alguém os viu???

.A orquestra a tocar

.Levem a Princesa (salvo seja) - o seu selo...

blogs SAPO

.subscrever feeds