Terça-feira, 11 de Julho de 2006

Criteriosa....

Tem piada olhar para trás e achar que sempre fui assim…. «criteriosa».
 
Sempre gostei literalmente falando (escrevendo) de saber quem é que me «apalpa o rabo».
 
Ao longo da minha vida e olhando bem lá para trás, esta minha «mania» sempre foi vista por um «prisma» interessante pela «ala» masculina.
 
Acho que uma única vez o meu «rabioske» foi apalpado sem autorização prévia e aprovação! Numa qualquer festa de Carnaval à «má-fé» por um cigano.
Sem provas não houve direito a «tabefe»!!!
 
Bom, confesso que os «ciganos» sempre me intimidaram. E isto porque uma vez (era eu miúda) a minha mãe levou o meu irmão ao barbeiro (agora apelidado «pomposamente» de cabeleireiro) e quando o meu irmão se sentou na cadeira, virou-se para o «barbeiro» e disse: «corte-me o cabelo ao miúdo Sr. XYZ, que mais parece um cigano!!!».
 Na cadeira ao lado estava sentado um cigano. Não foi bonito de ver a indignação do Sr. Cigano, as alegações sobre o facto de ser um «mito» que os ciganos são piolhosos, despenteados etc…etc… e as «atrapalhadas» desculpas da minha mãe.
Acho que mesmo com provas, dava de graça o «apalpão» ao cigano.
 
Mas obviamente que não estou a escrever este texto única e exclusivamente por causa de «apalpões de rabos» (se bem que tudo o que disse acima é verdade)!!!
 
Lembro-me de quando era miúda das primeiras conversas sobre namorados, beijos na boca, cigarros and «rock and roll».
 
As minhas «amigas» as mais crescidas, (entenda-se por mais crescidas aquelas cujo tamanho das «mamas» já prendiam os olhares masculinos dos rapazes (apenas) do pescoço para baixo), falavam dos seus feitos.
 
Era interessante. Mudavam de namorado, tantas vezes como eu mudava de roupa. Lembro-me de ouvir falar das aventuras, beijos com «cuspo», os «slows» (sim sou do tempo das musicas lentas e de matinés), apalpões …..
 
Confesso que na altura era lixado ter umas «maminhas» próximas do tamanho das do nosso «pai».  Mas pelo menos os rapazes sabiam a cor dos meus olhos.
 
Às vezes acho que os homens tem muito de meninos, há algo deles que não cresceu e evoluiu…acho que este «prender» dos olhares abaixo do pescoço é uma delas!!!
 
Nunca alinhei em grupos e nas «modas» dos beijos e apalpões inconsequentes….
 
Por isso muitas vezes era olhada como criancinha (na época da iniciação de tudo…) e mais tarde como distante, séria e altiva.
 
Acho que sempre me interessei bastante por escolher quem eu queria que se «interessasse» em me «apalpar o rabo»!!!! O que na época «em que tudo o que vem à rede é peixe», diminuía bastante a «amostra» da população que se poderia interessar por uma «teenager criteriosa».
 
A tal famosa lei da «oferta e procura» estava CONTRA mim!!!!!
 
Lembro-me de um namorado me ter deixado, porque que queria uma noite de verão (apalpão) inconsequente na praia e eu queria dançar a noite toda, numa discoteca cheia de gente. Eu fiquei na discoteca e ele foi para a praia com uma amiga minha !
 
Lembro-me de na faculdade não dar trela ao «grupo» dos gajos giros (confesso que também me intimidavam um bocado)…aqueles que usavam óculos escuros tipo «Tom Cruise», que abriam a camisa para mostrar os pêlos do peito tipo «Jonh Travolta» e que passavam o polegar pela cara tipo «Martini-Man».
 
Conclusão era apelidada de «Frígida»!!!!
 
Uma vez a pedido de uma amiga acedi a acompanhar um deles a um baile de gala.
 
No dia seguinte deixei de ser «Frígida» para ser apelidada de «CABRA»!!!
 
E juro que apenas dancei com o «fulano» e ainda por cima queimou-me uma blusa lindíssima com um cigarro!!! Ainda hoje fico fula com isso.
 
Depois mais tarde, bem mais tarde depois de ter passado a fase da iniciação, dos apalpões inconsequentes… descobri que esta minha característica podia reverter a meu favor.
 
Descobri que os homens crescidos, gostam de mulheres malucas, tolas, fúteis e de apalpões inconsequentes …. Para relações inconsequentes, imaturas e fúteis…
 
E foi nessa altura que finalmente me tornei numa mulher «interessante».
 
A famosa lei da «oferta e procura», estava finalmente a meu FAVOR!!!!
 
@Desejo-vos uma excelente semana

 

sinto-me:
Decreto-Lei decretado por PrincesaVirtual às 23:27

link do post | Alegações Plebeias | favorito
|
47 comentários:
De crowe a 12 de Julho de 2006 às 08:29
Bom dia! Pois a mim aconteceu-me ao contrário, desenvolvi os seios rápidamente o que pode ser uma chatice quando as colegas que os têm revelam tamanho quase azeitona e nós já temos umas laranjinhas! Como sou de mau-feitio iceberguiano e ,isto não deixei no útero da mãe, não gostava muito dos grupinhos que se juntavam dadas as características físicas. Além disso tinha sempre mais amigos do sexo oposto o que tornava a aproximação de outros muito difícil, especialmente se eram amigos de uma irmã quase 6 anos mais velha (ihihihihihihih). Descobri entre eles as sacanices e as futilidades para além de conhecer as técnicas do apalpão no glúteos... Conhecimento e mau-feitio iceberguiano cara princesa, são do caraças... os desgraçados descobriram antes de u ter seios ou curvas o quanto mau era para as suas canelas(não bato na face) pôr a mãozinha em seara alheia! De qulquer forma o teu post fez-me olhar para trás...Naqueles tempos conheciamos os sinais sai uma agrassão, zangavamo-nos... indignavamo-nos mas sabiamos exactamente quem era quem e os sinais de parvoice antes dela aparecer. Já agora...((canudo não me façam pagar pelas letras que acho k acabei de ficar sem moedas))
De PrincesaVirtual a 13 de Julho de 2006 às 11:50
Cara Crowe tu não te inibas com as palavras...dou-te uma ala completa do palácio ehehe beijosss :)
De Aragana a 12 de Julho de 2006 às 17:14
As coisas que tu me foste lembrar!
os slows e das curtes e das matinés e etc e tal...

Um pouco como tu também era olhada como a "esquisita"... mas isso fica para outra história.

Bjus!
De PrincesaVirtual a 13 de Julho de 2006 às 12:40
Não diria que fosse a esquisita...diria antes que não era a mais popular para as cowboiadas :D beijosss
De Aragana a 14 de Julho de 2006 às 15:47
Minha cara Princesa.. isso de cowboiadas, nos dias que correm, tem muuuuito que se lhe diga....

De Paty a.k.a Wildflower a 12 de Julho de 2006 às 19:01
Princesa,
Tens a capacidade fantastica de me fazer recuar no tempo...Lembrei me dos tempos do cilco preparatório...nessa altura morava nos arredores de Lx, as coisas eram bem diferentes daqui da margem sul.
Fizeste me lembrar do Zé Manel...um colega de turma! Loirito, magro, branco como cal, olhos grandes esverdeados, maluco da bola...do benfica! Era um maroto e fazia muitas dessas...
Aproveitava-se quando dava o toke para a entrada...quando a malta ia toda em debandada a subir as escadas, ele deixava-se ficar ligeiramente para trás, e só davamos por ele, quando sentia mos a bela da maozita toca-nos o fofo! Eu já lhe conhecia as mãnhas, entao tinho sempre debaixo de olhos. Mas aconteceu me algumas vezes...
Furiosa, vermelha que nem um tomate, virava me para ele com a mão pronta...o sacana desviava-se sempre!!! Eramos bons amigos...:)
Tenho pena de não o ver aos anos....deve estar um homem muito interessante!
Isso também me lembrou da mosca morta do Rui...que tb era da nossa turma, e fazia pela calada. Um dia tentou a gracinha e eu disse lhe das boas, depois virou se para mim e chamou me filha da...tadinho! Só me lembro de o agarrar pelo pescoço e lhe dar um valente estaladão. Qd voltei a mim tinha as colegas tds a olhar para mim e o desgraçado com a minha mão estampada a vermelho nas boxexas!!!

Ai ai velhos tempos...beijinhos Princesa!
De PrincesaVirtual a 13 de Julho de 2006 às 17:32
aiii velhos tempos velhos tempos (já me ri com este teu comentário eitaaa mulher de fibra ehehe) beijosss
De Lurdes a 12 de Julho de 2006 às 20:47
Ó Princesa, as memórias que tu conseguiste avivar!!! Na escola primária fui a musa inspiradora de muitos meninos... lembro-me de bater num que passava a vida a dizer a toda a gente que eu era sua namorada só que eu não sabia! Eu achava o máximo ter os rapazes todos caidos pelo beicinho e não lhes ligar nenhuma.. eu queria era brincadeira (a verdadeira maria rapaz!); depois disso fiz sempre parte do grupo dos rapazes giros... mas como sua amiga de eleição, aquela que servia de ombro pra chorarem as mágoas (sim que eles também as têm) e contarem as suas aventuras com esta e aquela e ainda a outra! Às vezes era duro ter aqueles gajos todos lindos ao lado só pra isso...
Depois foi sendo dfícil escolher o tal... e dos tais que já passaram ainda não surgiu o tal! Se calhar fazem falta mais slows...
Gosto muito de te ler!!!!
Beijinhos
De PrincesaVirtual a 13 de Julho de 2006 às 17:36
aiiii aiiii que ainda coloco anuncio para te arranjar um principeeeeeee :D beijosss ehehehe ;)
De niki a 12 de Julho de 2006 às 22:39
nem mais, há que ser selectiva!!
também sou do tempo das matinés e dos slows, que saudades!!!!

beijinhos
De PrincesaVirtual a 13 de Julho de 2006 às 17:36
Já vi que temos aqui «gang» dos slows eheheh beijossss :D
De falaparadentro a 13 de Julho de 2006 às 10:27
Eu cá confessso:
- sempre fui mais exigente na escolha dos rabos que apalpava do que na escolha das mãos que apalpavam o meu! Talvez por isso nunca tenha levado um estaladão (... pelo menos daqueles que se recordam).

Quanto à problemática olhos/mamas ... há tempo para tudo! Não se aplica aqui a máxima de que "quem vê mamas não vê olhos" nem vice-versa (raramente as máximas se aplicam)!
Ou seja: há de facto 'mamas' sem olhos, e olhos sem mamas. Mas recordo desses tempos muitas raparigas com mamas (perdoa a crueza da expressão) de que recordo bem os olhos, e muitas raparigas sem mamas (outra vez as minhas desculpas) de que não recordo a cor dos olhos!
E pronto, que as minhas "recordações púberes" merecem a sua privacidade...
Que se conserve, são os meus desejos, Princesa.

P.S. - Não tarda nada crio um blog (que assassinarei mais tarde, prometo) para 'destruir' máximas! Vou pensar nisso...
De PrincesaVirtual a 13 de Julho de 2006 às 17:39
ohhhhhh homem de Deus tu não cries mais blogs!!! Que já estou farta de carpir pelos que tu assassinaste. :D

beijosss

Ps não fiquei surpreendida pelo facto da tua exigência ser diferente da minha ;)
De kuka a 13 de Julho de 2006 às 11:36
Na verdade não me recordo de me terem alguma vez apalpado o rabo! também é verdade que não tenho as mamas grandes! se calhar é por isso.
De PrincesaVirtual a 13 de Julho de 2006 às 17:40
ahahahahah opa kukaaaa só tu!!!! beijos CHEFE
De Angel a 13 de Julho de 2006 às 11:55
Ora, isto fez-me recordar os meus tempos de jovem (se bem que ainda não sou velha, mas pronto, já fui mais jovem). Enquanto teenager nos tempos de liceu nunca fui muito popular porque era o crâneo lá do sítio. Contudo, tive a sorte de sempre ter tudo no sítio e no tempo certos, o que ainda me valeu alguns piropos. Quanto aos apalpões, eles nem se atreviam, porque já sabiam que levavam estalada, sim porque eu também sempre fui demasiado exigente. Não era com duas cantigas que me levavam. O que fez com que não me levassem mesmo. Ainda me lembro de um estalão, daqueles que marcam mesmo, que dei num miúdo porque se meteu comigo. Já nem me lembro o que ele me disse, mas teve azar, deve-me ter apanhado num daqueles dias super inspirados, ehehe.
Mas é verdade que actualmente cheguei à conclusão da Princesa. Os homens interessantes não querem mulheres fáceis, mas sim criteriosas.
Beijinhos angelicais
De PrincesaVirtual a 13 de Julho de 2006 às 17:42
ora nem mais anjinha...sejamos criteriosas eheheh ;) beijosss
De inconfidente a 13 de Julho de 2006 às 16:08
E AINDA BEM QUE NÃO MUDASTE...só mostra que és uma princesa de fibra.
bj
De PrincesaVirtual a 13 de Julho de 2006 às 17:43
Bem pois de fibra devo ser :D ;) beijinhoooooosss
De Carol a 13 de Julho de 2006 às 18:54
Adorei ler este teu artigo. Ainda me ri com algumas das coisas que contas, não por gozo, muito pelo contrário, mas sim porque me identifico com algumas coisas...=D
Posso fazer-te uma perguntita? Andaste em Direito? Dcp ser achares indescrição mas depois explico-te porque pensei nisso..:)
Beijinhos
De PrincesaVirtual a 13 de Julho de 2006 às 21:35
Olá Carol,

antes de mais bem vinda ao meu reino. :) Não, não sou de direito, sou um bocadinha mais ao lado, números, economia.... ;). Mas já agora pq a pergunta??? tenho tiques de advogada??? ehehe beijos
De Carol a 13 de Julho de 2006 às 21:51
ahhhh 'ta explicado. não tens tiques de advogada, está descansada! é que eu ando em direito e ao ler os teus posts reparei em alguns pormenores como o facto de mencionares a lei da oferta e da procura, que é coisinha que nem todos tratam plo no e que eu andei a estudar para uma bela cadeira chamada Economia Política... e dp com algumas coisas que fui lendo fiquei com aquele bichinho curioso...foi um mero palpite! Foi ao lado! eheheh ;) Gostei mt do teu comentário...obrigada =)

Alegações Plebeias...

.Audiências Reais com a Princesa Virtual: PrincesaVirtual@sapo.pt

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Decretos-Lei Recentes

. ...

. Era uma vez uma Princesa ...

. Quando o cristal se estil...

. COMUNICADO REAL...

. À conversa com uma CABRA!...

. Pastilhas...

. Os Mapas, as mulheres e o...

. As vantagens/oportunidade...

. A SMS.....

. Criteriosa....

.Decretos-Lei Antigos

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.Nobreza que visito

.Livro de visitas

.Aqueles que me estão a visitar agora mesmo...

.Alguém os viu???

.A orquestra a tocar

.Levem a Princesa (salvo seja) - o seu selo...

blogs SAPO

.subscrever feeds