Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2006

Um olhar sobre a infância....

infancia1.jpg

@ foto de Carlos Teixeira

Todas as manhãs a caminho da estação de comboios deparo-me com «bandos» de miúdos que vão para a escola. No outro dia um grupo de meninas chamou-me a atenção.
As figurinhas da minha escola primária estava lá todas…eu podia ser uma daquelas meninas.
A que me chamou a atenção era uma menina «gorduchinha» e grande…ela sem duvida parecia liderar o grupo. Impunha-se pela «dimensão» e isso confesso que me divertiu.
Na minha escola primária havia uma menina assim, era a Paula, era muito amiga das suas amigas e ai de quem não fosse sua amiga!!! ..era certo que experimentava a mão «sapuda» e «rechonchuda» da Paula
Depois também havia a Elsa «loira», alta e esguia. A Elsa impunha-se pela sua «altura». Eu era amiga da Paula e para mal dos meus pecados nem por isso da Elsa.
Resultado, dia sim dia não, levava «sopapos» da Elsa. Conta a minha mãe que um dia quis acabar com aquilo e foi à escola. Apanhou a Elsa e calmamente tentou-lhe fazer ver que deveríamos ser amigas e blá blá…. Pois nesse dia em vez de um «sopapo» levei dois e ainda passei uma semana a ouvir «queixinhas!!! queixinhas!!!».
A minha mãe desistiu e as coisas resolveram-se por si próprias depois de um episódio «dramático» porque passei. Bom, também ajudou o facto de ter crescido mais uns «cms» e ter ficado quase da altura da Elsa.
A Paula sempre foi minha amiga, com 9 anos apanhei hepatite e diz a minha mãe que o tempo todo em que fiquei de cama e delirava com febre, a Paula esteve sempre comigo (mesmo sabendo que corria o risco de apanhar a hepatite).
As crianças do meu tempo eram muito ingénuas. Recordo com um sorriso a nossa «doce» ingenuidade. Lembro-me de com uns 7 ou 8 anos, ver um anuncio na televisão sobre «pensos higiénicos» em que uma bailarina dançava «em pontas». Durante muito tempo julguei que os pensos eram o suporte para os pés das «dançarinas». Aliás treinei durante uns tempos com os pensos da minha mãe, até ela achar que «havia gato» no desaparecimento de tanto «penso» e eu concluir que seria boa ideia parar com aquilo, para bem da minha integridade física. De qualquer das formas nunca consegui imitar a «bailarina».
Com o tempo as imagens vão-se esbatendo e as recordações também. Mas há algumas que ficam… Aliás uma em particular é contada pela minha mãe (para meu embaraço pelo menos em algumas situações). Eu também me lembro como se fosse hoje, aliás para ser sincera ainda me sinto «ofendida»!!!!
Ele chamava-se Victor, teria a minha idade 7 ou 8 anos… Sabem aquele menino atrevido. Aquele menino que é o «líder» dos meninos. Que é um verdadeiro CHATO aos olhos de qualquer menina de 7 ou 8 anos???
Lembro-me que estávamos no recreio e o Victor nesse dia resolveu escolher-me como vítima.
O muro que rodeava a escola era baixo e enquanto eu falava com o grupo das meninas ( que obviamente estava separado do grupo dos meninos, já na altura adorávamos cochichar sobre os meninos!!!), o Victor apanhou-me de costas, subiu para o muro e lançou-se. Lançou-se para cima de mim!!!!! Fiquei estatelada no chão enquanto o Victor numa qualquer estranha dança da «lambada» mexia as suas ancas, deixando-me pregada ao chão.
Quando me consegui soltar tinha o recreio inteiro a rir à gargalhada.
Bati com os calcanhares no rabo e em segundos cheguei a casa «lavada em lágrimas» … Assim que entrei a minha mãe perguntou-me o que se passava e eu repeti no meio de soluços «- Não vouuuuu mais à escola!!! O Victor fez malcriadices comigo!!!».
Choreiii..choreiii e bati o pé… Mas a minha mãe achou que talvez não fosse nada grave (mãessss nunca percebem a gravidade das coisas!!!!) e assim literalmente arrastou-me para a escola. Deixando-me cá fora lavada em lágrimas enquanto foi falar com a minha Professora.
Tenho boa impressão da minha professora da primária. Chamava-se Maria do Carmo, era pequenina e tinha um olhar doce. Naqueles tempos respeitávasse bastante os professores (quer os pais e quer os alunos). Sei que a nossa professora reuniu a turma e fez uma pequena «dissertação» sobre o tema…não me lembro bem das palavras. Mas impressionou a turma toda!!!

O resultado foi-me bastante favorável:

-as meninas aliaram-se a mim (nós as mulheres conseguimos ser umas cabras umas para as outras, mas muito solidárias quando o tema é meninos ou homens, mesmo com 7 ou 8 anos de idade está-nos nos genes!!!),

- eu vivi um momento «áureo» na minha escola primária, lembro-me que para prolongar aquele momento durante uns tempos choraminguei nos ombros das minhas amigas, com as lembranças do «horror» porque tinha passado;

- a Elsa ficou minha amiga;

- o Victor levou um carolo da Elsa e um sopapo da Paula;

Ahhhhhhhhhhh é verdade e o melhor de tudo teve que «jurar» no recreio que não voltaria a tentar fazer «malcriadices» comigo!!!!

Bom, confesso que passados 10 anos o Victor transformou-se num belo rapaz…mas promessas, são promessas…

@ Hoje apeteceu-me lançar um olhar à minha infância. Tenham uma boa semana…


Decreto-Lei decretado por PrincesaVirtual às 23:41

link do post | Alegações Plebeias | favorito
|
29 comentários:
De Anónimo a 18 de Março de 2006 às 04:39
Ora viva Cara princesa Virtual... Pronto, saiu-lhe a rifa, depois de esperar para ver, resolvi finalmente comentar. Escolhi este texto porque me revejo em alguns destes episódios e creio que todos nós confraternizámos com estes estereotipos juvenis, ou porventura infantis. Todos tivemos nas nossas turmas um badocha, um trinca-espinhas, um caixa d`óculos, uma sirigaita, o puto que tem a bola, a mamalhuda, o grande, o minorca, o Tó Jó e outros tantos cromos com alcunhas semelhantes. Isto fez-me reviver alguns recreios onde assumia o papel do agitador, um pouco como este Victor, mau-como-as-cobras. Cara Princesa Virtual, gostei da forma simples como abordou a sua infância, e porque não, um pouco da mesma de todos nós. Já dizia o Victor Espadinha que recordar é viver, e não é que este cromo dos mais difíceis tinha mesmo razão?! Um abraço... SHAKERMAKERhttp://shakermaker.blogs.sapo.pt
(http://shakermaker.blogs.sapo.pt)
(mailto:honkytonkwomen@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Março de 2006 às 18:09
xiiii princesa, será q o Fernando foi para lá e nem nos convidou? Ai, falta de consideração... eheh BjinhosNana
(http://www.terrinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:terra_susana@yahoo.com.br)
De Anónimo a 2 de Março de 2006 às 16:49
este teu post fez-me voltar á infância, mas uma coisa eu fiquei a saber....claro que já sabia mas agora veio mais uma confirmação!! As mulheres são um as cabras umas para as outras, então quando metem gajos no meio ainda pior. dashhhhhL.M
(http://luismiguel.blogs.sapo.pt)
(mailto:luismiguel.a@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Março de 2006 às 16:35
ahahaha ohhhhh VLAD puseste-me a rir ás gargalhadas :D beijospluma(princesavirtual)
(http://www.princesavirtual.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)
De Anónimo a 2 de Março de 2006 às 16:26
Olá Princesa. È sempre um prazer ler-te.
Este texto ensinou-me uma coisa (vá a gente pensar que já conhece as mulheres). Eu já tinha conhecimento da tese onde se diz que "as mulheres são umas cabras umas para as outras". Mas pensava eu que eram particularmente "cabras umas para as outras" quando o assunto é: homens... afinal estava enganado ;)
Se pensas que as crianças eram ingénuas no teu tempo que direi eu. Referindo-me ao exemplo da televisão, quando eu tinha 7 anos, lembro-me que a minha avó respondia aos locutores quando estes diziam "Boa noite", mas o pior é que me dizia para fazer o mesmo se não quisesse ser mal-educado. E eu fazia :S
BjnhsVlad
(http://naoha3semduas.blogs.sapo.pt)
(mailto:thevlad@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Março de 2006 às 10:51
FALA-PARA-DENTRO: pois pois...meninos todos iguais!!! PAPOILA: pois é sempre tantas histórias ;) !!! NANA: Eu acho que o Fernando está em meditação em Kuala Lumpur ehehe :D ESSA: obrigado pelo comentário e outro beijinho :) ANA: ahhhh pois é ...se calhar muitas (umas malandras as meninas de hoje em dia ehehe) bem vinda ao meu blog :) GNM: ora ainda bem que está tudo ok...caramba que o teu «post» eraaaa quase quase assustador ;) UNIVRESITÁRIA: epa esses victores há em todo o lado :D beijos ALEXANDRA: obrigado pela informação se conheço a casa, passou-me sempre ao lado, vou dar uma olhada pela net e quem sabe se tb não a irei visitar. De qq das formas fico a aguardar mais noticias beijos :)ALBATROZ: pois é quem seriamos?? :) bem vindo ao meu blog e obrigado pelo comentário MSDOS: por quem sois, não se sinta obrigado a comentar...e tão pouco necessitas de me pedir desculpa (PS mas ficas já avisado que este mês te deconto dos euros acordados este não-comentário) :) beijo (recatado)pluma(princesavirtual)
(http://www.princesavirtual.blogs.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)
De Anónimo a 2 de Março de 2006 às 09:54
Eu tentei... Tentei mesmo! MAs por mais que tente não consigo comentar este post! Desculpe Princesa!MSDOS
</a>
(mailto:stantonstreet@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Março de 2006 às 19:58
E o que seriamos nós sem as nossas recordações?
Gostei de ler o teu blogAlbatroz2
(http://100-stress.blogspot.com/)
(mailto:albatroz5@hotmail.com)
De Anónimo a 1 de Março de 2006 às 19:50
Respondendo ao que escreveste no meu canto, princesa,ela é de facto, uma casa muito linda e cheia de magia para uma linda princesa,mas só posso falar quando lá for. Trarei notícias frescas, misturadas com sentimentos. Se quiseres saber algo mais sobre ela e, por agora, terás que ir a um motor de busca e pesquisar em Quinta da Regaleira. Procura em imagens também, existem fotos divinais!
Não tardarei a lá ir, mas gosto de falar qd conheço, neste momento só sei o q tds sabemos dd q se faça umq pesquisa pela net. Beijokas e obrigado pela visita.

Alexandra
(http://alex13.blog.com)
(mailto:www.alex13@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Março de 2006 às 19:45
eu tb tinha um Victor assim parecido na minha escola primária...lol bons tempos, nao é princesa?ler o teu post deu-me umas saudades malucas...beijinhos****universitaria
(http://universitariananet.blogs.sapo.pt)
(mailto:universitaria@0000.pt)

Alegações Plebeias...

.Audiências Reais com a Princesa Virtual: PrincesaVirtual@sapo.pt

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Decretos-Lei Recentes

. ...

. Era uma vez uma Princesa ...

. Quando o cristal se estil...

. COMUNICADO REAL...

. À conversa com uma CABRA!...

. Pastilhas...

. Os Mapas, as mulheres e o...

. As vantagens/oportunidade...

. A SMS.....

. Criteriosa....

.Decretos-Lei Antigos

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.Nobreza que visito

.Livro de visitas

.Aqueles que me estão a visitar agora mesmo...

.Alguém os viu???

.A orquestra a tocar

.Levem a Princesa (salvo seja) - o seu selo...

blogs SAPO

.subscrever feeds