Segunda-feira, 3 de Outubro de 2005

Zangas femininas...

zangas.jpg


Visito vários blogs. Muitos deles de Homens. E depois de ter lido alguns «posts» publicados nesses blogs, resolvi que urgia escrever algo sobre.
O «sobre» tem tudo a ver com o desconhecimento geral que para aí anda sobre as mulheres.
Vejamos, muito se fala sobre as famosas zangas das mulheres e sobre a sua inaptidão de conseguirem ultrapassar as «mesmas» quando a noite chega. O mesmo será dizer que enquanto para os homens os problemas se resolvem no «vale dos lençóis», parece que no caso das mulheres o mesmo não se aplica. Falam muitas vezes os meus amigos bloguistas em «greves», «jejuns», «fome»… Um castigo injusto, cruel, egoísta (subentende-se muitas vezes nas palavras que escrevem no papel).
Bom, como a maioria deles me parecem bons rapazes, vou assumir aqui um papel de «serviço publico» e passo a dar umas dicas sobre o que nunca, mas nunca, deverão fazer e por outro lado sobre o que poderão fazer para amenizar as zangas.

O que nunca deverão fazer ou perguntar após uma zanga:

- Olha lá sabes onde estão as minhas calças e o meu pólo azul??? ( o mais certo é a roupa voar pela janela, ou eventualmente perceberem como as asneiras na boca da namorada/esposa/ou a outra lhe fica tão bem);

- Achas que há motivos para estares assim??? (é claro que há motivo e caros «amigos», esta pergunta fará com que o jejum se prolongue por mais uns dias, por favor notem como a expressão facial da vossa «mais que tudo» se altera, conseguirão perceber um «olhar assassino» se prestarem atenção);

- Não achas que me deverias pedir desculpas?? (querem morrer cedo??? Pois não me parece!!!)

-O que é o jantar??? ( ai ai agora sim perderam o «sentido do perigo», mesmo que o jantar esteja ao lume o mais provável é que se queime. Fiquem em silêncio ou no máximo dos máximos ofereçam-se para o irem buscar. Aconselho vivamente que não se aproximem da cozinha se mesmo assim quiserem colocar a questão, não vá alguma «arma» ser lançada com precisão e mestria);

- Vamos fazer as pazes??? – pergunta feita a meio da tarde ( o quê??? Sem espiarem os vossos pecados!!! Sem assumirem que estavam errados – Esqueçam, nunca a vão conseguir demover…);

- Vamos fazer as pazes??? – pergunta feita depois do jantar (idem aspas o que acima escrevi e completado com um olhar furioso);

- Vamos fazer as pazes??? – pergunta feita na cama antes de apagarem as luzes (aconselho vivamente que entre os dois exista um espaço de metro e meio, caso contrário depois de ouvirem alguns impropérios «cavernosos», poderão ainda ser convidados a mudarem-se para o esplêndido sofá que tem na sala).

Aproveitem para dormirem e pensarem numa boa estratégia para o dia seguinte.

Estes são alguns exemplos de questões típicas (ou atípicas), deverão aplicar estas a todas as outras que pretendam colocar.




O que deverão fazer após uma zanga :

- nunca mas nunca colocar qualquer uma das questões acima;

- nunca mas nunca deixar transparecer que esperam que a reconciliação se faça na «alcova», se tiver que acontecer por favor que seja de uma forma natural (pelo menos deixem que ela pense assim). Caso contrário serão apelidados de egocêntricos, egoístas, … and so on;

- não comprem flores, deixem isso para quando ela tiver mais calma e já agora comprem um anel, uma pulseira um fio . Fica sempre bem;

-ofereçam-se para fazer as tarefas domésticas ( o esforço vai valer a pena, será visto como uma forma de se redimirem);

- nem pensem nesse dia ver a bola em detrimento da 1ª Companhia ou telenovela e em vez de saírem a resmungar da sala, fiquem ao lado delas a ver a mesma com um sorriso nos lábios (acreditem que valerá o esforço). Também poderão ter a sorte de elas apreciem o people & arts ou o canal da história (ai o esforço será menor julgo eu);

- por favor não se esqueçam de colocar a roupa na tulha (este assunto já foi abordado por mim em post anterior), nada de cuequinhas no chão;

Se seguirem estas dicas garanto-vos que eventualmente ao fim de um dia elas estarão rendidas ao «novo homem» que tem em casa e eventualmente ela assumirá a «pequena parte da sua culpa» na zanga.

Ahhhhh já agora tentem continuar assim durante 1 mês, quem sabe não serão premiados com umas fabulosas e escaldantes noites de «harmonia conjugal»
Decreto-Lei decretado por PrincesaVirtual às 11:55

link do post | Alegações Plebeias | favorito
|
13 comentários:
De Anónimo a 5 de Outubro de 2005 às 09:39
Princesas e plebeus(esta é mesmo de alguém que denota modéstia)bem vistas as coisas as princesas e rainhas, pois que tb as há, parecem-se com as poçóes dos alquimistas... Muito misteriosas, particularmente voláteis e sensíveis, bastando que qualquer reagente pareça menos puro, sim que não é preciso estar, basta parecer, e lá se foi o encantamento. Qto à roupinha interior... o melhor mesmo é ser arrumado e limpinho. Parabens pelo interface, excelente Dra.PrincesaSoplebeu
</a>
(mailto:luisscosta@sapo.pt)
De Anónimo a 4 de Outubro de 2005 às 19:05
Era essa a intenção carlos :) ( mas cá para nós, que ninguém nos ouve, isto tem tanto de aplicável, como todas as caricaturas femininas que leio em exelentes blogs que visito ex:vida de casado, e que tanto me divertem).
São dicas...a sua utilização é facultativa.

bjs da princesa

Ps nós as mulheres não somos 100% somos 200% (ai ai eu e esta minha mania de modéstia eheh)pluma(princesavirtual)
(http://www.princesavirtual.blogs.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)
De Anónimo a 4 de Outubro de 2005 às 18:42
Bem, ao ler este artigo lembrei-me do outro "sobre a roupa fora do cesto", parece que os homens são os únicos e principais culpados pelas zangas nos lares ou numa relação. Mais uma vez, as mulheres são as 100%. A sua compreensão ultrapassa os picaros da lua.
Quer dizer, os conselhos dados aos homens e as possiveis reações das mulheres, até são muito salutares para a armonia.
É muito mais realista a opinião da "inconfidente"carlos
</a>
(mailto:carlos.dias@ntlworld.com)
De Anónimo a 4 de Outubro de 2005 às 14:10
inconfidente....são só umas dicas. Para mim basta «uauuuuu que anel de diamantes tão lindo» eeheheheh beijo e obrigado pela visitapluma(princesavirtual)
</a>
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)
De Anónimo a 4 de Outubro de 2005 às 10:32
Oh miga...eu tb sou gaja e não sou tão exigente...para mim um simples "vamos falar?" já basta, lol.bjksinconfidente
(http://inconfidencias.blogs.sapo.pt)
(mailto:inconfidencias@sapo.pt)
De Anónimo a 4 de Outubro de 2005 às 09:30
Zeca percebeste-me perfeitamente ;)

Mas sew houver briga....

bjs e obrigado pela visitapluma(princesavirtual)
</a>
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)
De Anónimo a 4 de Outubro de 2005 às 09:27
Para o Augusto:

Caro Augusto, relativamente ao problema técnico que tens, olha já somos 2. Não faço a menor ideia como se poderá resolver.
Quanto á questão da palmada onde as «costas mudam de nome», querem lá ver que já um plebeu tem catarro???!!!!! bjs recatados da princesa do seu idolo (julgo que ainda é meu fã certo? ahahahah)


pluma(princesavirtual)
(http://www.princesavirtual.blogs.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)
De Anónimo a 4 de Outubro de 2005 às 08:32
Ola Princesa. Deixa ver se entendi. Se houver briga em casa, nunca perguntar se tou perdoado, apareçer com flores é completamente errado, um abraço na alcova com desejos de que a coisa e tal avançe está fora de questão. O melhor será então meter o rabinho entre as pernas, lingua de fora, e esperar por um sinal da princesa. Certo? Ajudar nas tarefas domésticas tb. é uma boa via para o perdão. Mas isso já se faz!!! E a razão? Sim pk nem sempre a razão tá do vosso lado não é? Bom, o melhor será mesmo não brigar. Um beijo.zzeka
(http://vamps.blogs.sapo.pt)
(mailto:zzeca855@hotmail.com)
De Anónimo a 4 de Outubro de 2005 às 08:17
Ó Princesa, isto é um à parte. 1º- Não consigo fazer um parágrafo no texto do comentário. Alguém consegue colocar? Que me explique então.
2º Para que raio serve marcar "sim" em "Lembrar-se de mim?". Todas as vezes que comento tenho de escrever o "Name" etc, etc. Alguém me explica?
sto é uma Saparia... Os informáticos precisam de umas ripadas nos tutus.
augusto
(http://bicodepena.blogs.sapo.pt)
(mailto:brilhanteribeiro@sapo.pt)
De Anónimo a 4 de Outubro de 2005 às 08:09
Eh pá, és demais. Inventas cada uma!!
Tudo bem, tudo bem, mas essa de "...comprem um anel, uma pulseira um fio..." pode ser das lojas dos 300? ou dos Chineses?! / Princesa, andas a desestabilizar o pessoal, andas aí como umas ideias revolucionárias... Se te portas mal, levas uma palmada onde as costas mudam de nome.
augusto
(http://bicodepena.blogs.sapo.pt)
(mailto:brilhanteribeiro@sapo.pt)

Alegações Plebeias...

.Audiências Reais com a Princesa Virtual: PrincesaVirtual@sapo.pt

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Decretos-Lei Recentes

. ...

. Era uma vez uma Princesa ...

. Quando o cristal se estil...

. COMUNICADO REAL...

. À conversa com uma CABRA!...

. Pastilhas...

. Os Mapas, as mulheres e o...

. As vantagens/oportunidade...

. A SMS.....

. Criteriosa....

.Decretos-Lei Antigos

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.Nobreza que visito

.Livro de visitas

.Aqueles que me estão a visitar agora mesmo...

.Alguém os viu???

.A orquestra a tocar

.Levem a Princesa (salvo seja) - o seu selo...

blogs SAPO

.subscrever feeds